Chegando em Cusco e Vale Sagrado

08 de julho de 2017 (Sacred Valley)

Mais uma visita ao Peru! Amo esse país! Dessa vez fomos conhecer a famosa Machu Pichu, pela trilha Salkantay. Sim, depois da quinta vez no Peru, resolvemos conhecer um dos atrativos mais famosos desse país. Na verdade, fomos porque conseguimos um preço bom com o guia Anderson Trekkinho, por que senão iríamos só quando nosso joelhos não aguentassem mais andar…

Cusco

Chegamos em Cusco no dia anterior. Juro que fiquei com receio de descer do avião já na altitude de Cusco e passar mal, já que estava acostumada subir para Huaraz de ônibus e ir me aclimatando pelo caminho. Mas deu tudo certinho. Nem senti a altitude ao sair do avião.

Em Cusco, fomos conhecer a cidade a pé. Sempre ouvi dizer que Cusco é a cidade mais ajeitada do Peru, depois da parte nobre de Lima. Mas confesso que me decepcionei. Claro que não é como Huaraz, mas deixa bastante a desejar quando comparado a uma cidade ‘ajeitada’. Muito limpa e organizada, cheia de restaurantes e comércio, mas eu ainda estava com aquele ‘medo’ de consumir produtos na rua, com sérias propensões de ficar com alguma infecção intestinal.

Um dia lindo de sol e céu azul nos foi presenteado nesse passeio e as fotos ficaram lindas!

Catedral Basilica de la Virgen de la Asuncion

Iglesia de la Compañía de Jesus

Iglesia de la Compañía de Jesus

Catedral Basilica de la Virgen de la Asuncion

Museu de sitio del Qoricancha

Museo de sitio del Qoricancha

Vale Sagrado

No dia seguinte, logo cedinho, uma van veio nos buscar para irmos ao Vale Sagrado. Primeiro passamos no Museu Awanacancha que conta um pouco da história Inca. Muito bem cuidado e organizado.

Pisaq

Depois fomos direto a Pisaq, a 33 km de Cusco, um dos locais arqueológicos mais importantes do Vale Sagrado dos Incas. O boleto de entrada deve ser comprado na hora e vale tanto para Pisaq como para Ollantaytambo. O local conta com plataformas de plantio, construções de casas e templos, aquedutos e um estranho cemitério na encosta da montanha (todos violados por saqueadores de ouro). O guia Edwin (Edu) foi nosso professor dessa linda história.

Vale Sagrado

Pisaq

Paramos para almoçar em Urubamba, uma refeição simples mas gostosa.

Ollantaytambo

Depois fomos ao Sítio Arqueológico de Ollantaytambo, a 90 km de Cusco. Bem maior que Pisaq, esse sítio tem templos com pedras encaixadas perfeitamente. Pedras enormes! Muita paciência esculpir e transportar todas elas… Por ser também uma base militar, há prédios construídos no alto das montanhas em locais estratégicos. Muito bonita a visitação.

Ollantaytambo

Leve casaco para essa visita, pois lá em cima da montanha venta muito, principalmente no final de tarde. Na volta, visite a feira de artesanato. Os preços são bem parecidos com os de Cusco.

Voltamos a Cusco e fomos descansar.

Ah! Tem vlog do dia de hoje:

Nosso roteiro em Cusco e região

Dia 1 – Chegando em Cusco e Vale Sagrado – esse post

Dia 2 – Montanhas coloridas de Vinicunca

Dia 3 – Travessia Salkantay: Laguna Humantay

Dia 4 – Travessia Salkantay: Paso e Laguna Salkantay

Dia 5 – Travessia Salkantay: Chegando em Santa Teresa

Dia 6 – Travessia Slakantay: Chegando em Águas Calientes

Dia 7 – Machu Picchu

2 comentários sobre “Chegando em Cusco e Vale Sagrado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *