Montanhas Coloridas de Vinicunca – Peru

09 de julho de 2017 (Rainbow Montain)

Saindo de Cusco

Acordamos bem cedinho e saímos de Cusco ainda escuro, com o guia Edwin contratado pelo Anderson Trekkinho da Nature Adventure, e de van andamos quase 4 horas até chegar na atração/aclimatação de hoje: as lindas Montanhas Coloridas de Vinicunca (também conhecidas como ‘Rainbow Montains’, ‘Montaña del Colores’, ‘Montanha de 7 Cores’, ‘Montanha Ausangate’, ‘Montanha Arco-Íris’). Tomamos o café da manhã pelo caminho.

Esse passeio é relativamente novo nos roteiros de turismo de Cusco, pois até bem pouco tempo atrás, a comunidade que vive ali, ‘escondeu’ essas montanhas em suas terras, alegando serem sagradas. Não sei até que ponto isso foi bom: hoje a comunidade tem renda com o turismo e a montanha está com a trilha com bastante erosão, principalmente o trecho final…

Montanhas Coloridas de Vinicunca

Levamos apenas uma mochila de ataque com o material fotográfico e de filmagem, alguns lanches rápidos, água e roupa de frio, já que o principal mirante da Montanha Colorida fica a 5.100 m de altitude.

Montanhas Coloridas de Vinicunca

Estacionamos a van em um pátio e logo na entrada, onde começa a trilha, há várias barracas vendendo guloseimas e água. Pagamos 10 Soles por pessoa de entrada, que equivale a cerca de U$3,00. São 7 km de ida, começando a 4.600 m de altitude. Isso dá 500 metros de desnível em uma trilha quase estrada bem fácil. São cerca de 3 horas de caminhada.

Criação de ovelhas

Montanhas Coloridas de Vinicunca

Falta muito? É logo ali!

Montanhas Coloridas de Vinicunca

Criação de Llamas

Você pode alugar cavalos caso queira subir tranquilo, mas os cavalos te deixam no pé da montanha, faltando quase 250 metros de desnível para o cume. Isso quer dizer que a pior parte, aquela em que a trilha é mais íngreme e difícil, você terá que fazer por conta própria.

Se você estiver fazendo esse passeio para aclimatar, sugiro que vá a pé para sentir a altitude dificultando sua respiração, acelerando seu coração e a pressão atordoando sua cabeça e seu estômago. No nosso caso, que iríamos fazer a trilha de Salkantay (que tem a maior altitude em 4.650m), esse passeio é perfeito para aclimatar bem.

Desde o início da trilha podemos visualizar as montanhas ao nosso redor com várias tonalidades de marrom, vermelho e amarelo. Os ‘tons terra’ que eu mais gosto. Cansei de responder aos ‘carregadores de cavalo’ que eu não queria um para subir a montanha! Chegam até ser chatos de tanto que te oferecem durante todo o trajeto. Será que eles acharam que só porque sou gordinha não ia conseguir subir sozinha?

Montanhas Coloridas de Vinicunca

Essa senhora fica limpando as fezes de cavalo pelo caminho

Nevado Ausangate ao fundo

Parte mais íngreme da subida até o primeiro mirante

Mirante das Montanhas Coloridas de Vinicunca

Depois de 3 horas alcançamos o primeiro mirante (neste local há vendedores de guloseimas e água) e mais alguns minutos o mirante principal. Sim! A vista é linda! Podemos ver a majestosa Ausangate e as montanhas que a circulam. Preciso dizer que faz muito vento e frio lá em cima? Preciso dizer que haviam muitas pessoas por lá? Tirar uma foto sozinha com as Montanhas Coloridas ao fundo era uma tarefa quase impossível!

Montanhas Coloridas de Vinicunca

Montanhas Coloridas de Vinicunca

Subindo para o segundo mirante a 5.100 m

Montanhas Coloridas de Vinicunca

Foto Clássica! Mas foi difícil conseguir que só eu aparecesse na foto!

Muitas pessoas!

Cachorros também curtem montanha!

Montanhas Coloridas de Vinicunca

 

A descida foi bem mais rápida e de novo os ‘carregadores de cavalo’ ficam te oferecendo cavalos a todo momento. Neguei até o fim!

Montanhas Coloridas de Vinicunca

Hellow!

Montanhas Coloridas de Vinicunca

Montanhas Coloridas de Vinicunca

Uma das casas da comunidade local

Montanhas Coloridas de Vinicunca

Na volta, almoçamos no mesmo local do café da manhã e voltamos pela estrada até Cusco! No hotel, arrumamos nossas cargueiras para a travessia Salkantay que sairia no dia seguinte. Minha mochila estava com 10 kg (roupas, saco de dormir, guloseimas, água, material fotográfico, de higiene e primeiros socorros). Estava incluso no nosso pacote uma mula para carregar até 6 kg por pessoa. Optei despachar com a mula 5 kg (saco de dormir e roupas) e carreguei os 5 kg restantes. O Elio fez o mesmo. Caminhei super bem os 4 dias de Salkantay com esse peso.

Fomos descansar!

Tem vlog do dia de hoje, confira!

Nosso roteiro em Cusco e região

Dia 1 – Chegando em Cusco e Vale Sagrado

Dia 2 – Montanhas coloridas de Vinicunca – esse post

Dia 3 – Travessia Salkantay: Laguna Humantay

Dia 4 – Travessia Salkantay: Paso e Laguna Salkantay

Dia 5 – Travessia Salkantay: Chegando em Santa Teresa

Dia 6 – Travessia Slakantay: Chegando em Águas Calientes

Dia 7 – Machu Picchu

2 comentários sobre “Montanhas Coloridas de Vinicunca – Peru

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *