Trilha Salkantay, chegando em Santa Teresa

12 de julho de 2017

Saindo de Colcapampa

Acordamos cedinho e depois do café da manhã da equipe do guia Edwin, que contratamos com o Anderson Trekkinho da Nature Adventure, seguimos os 16 km da caminhada de hoje. Fiquei bem impressionada com a mudança de vegetação dos dois últimos dias, agora estamos em plena floresta!

Nos despedimos dos arrieros e das nossas mulas companheiras! Daqui em diante nossas cargas iriam de carro. Sim! É possível ir de carro até o local do almoço e descansar um pouco mais, mas claro, isso lhe custará alguns Soles. Um dos nossos amigos do grupo preferiu ir de carro e pagou cerca de 100 Soles.

Foram 5 horas de descidas, trechos em nível e pequenas subidas, muitas travessias de rio em pontes de madeira, muita floresta e uma sensação de que nossa jornada já estava ao fim. Acompanhamos praticamente a caminhada toda o Rio Lluskamayu e seu lindo vale.

Um dos momentos mais incríveis da caminhada de hoje foi passar por uma cachoeira de 217m de altura, composta por várias quedas de água em sequencia. O Drone Aventura registrou esse momento mágico!

 

Imagem do Drone Aventura

A caminhada continuou entre a floresta úmida e rios. Encontramos vários grupos pelo caminho. As imagens mais bonitas surgiam quando estávamos andando pela trilha ao lado de um penhasco. Pela trilha encontrei morangos silvestres e confesso que meu ritmo diminuiu bastante pois eu parava toda hora para comer essas maravilhosas frutinhas!

Granadilha, um tipo de maracujá menos azedo e muito saboroso

La Playa

Ao sair da trilha, pegamos uma estrada de chão e esse trecho foi bem chato de fazer (quase 3 km). Carros passam por ali, mas infelizmente a comunidade local proíbe a subida dos mesmos, com a desculpa de que se os turistas forem de carro deixarão de comprar no comércio local. Fomos a pé e não compramos nada… 🙁

Chegamos em La Playa e almoçamos uma refeição ótima e Coca Cola geladinha! La Playa é um vilarejo com alguns comércios e restaurantes simples.

Chegando em La Playa

Chegando em Santa Teresa

Depois pegamos a van e fomos até Santa Teresa, onde ficamos para pernoitar. Adivinha qual foi a música mais tocada dentro da van? DESPACITO claro! hahahahahaha…

Chegamos no local do acampamento que era bem grande e legal. À noite tem fogueira onde todos os grupos se reúnem e acabam ‘soltando a franga’, literalmente! Confesso que preferi ir dormir cedo…

Águas Termais de Colcamayo

Assim que chegamos no acampamento em Santa Teresa já nos arrumamos para ir até as Águas Termais de Cocalmayo. Eu esqueci de trazer a parte de baixo do biquíni e por isso aluguei uma bermuda masculina (que serviu em mim) no próprio acampamento. Fiquei chique! Mas deu certo.

Nas termas pagamos 10 Soles por pessoa para poder usufruir da estrutura. São 3 piscinas sendo a primeira com águas mais quentes (acredito que cerca de 40ºC). Muito relaxante e gostoso! O único inconveniente são os mosquitos. Caraca! Fui devorada viva! Mesmo passando repelente eles atacam. Ficamos lá quase 3 horas!

Voltamos ao acampamento, jantamos e fomos descansar (pelo menos o que deu por causa da bagunça da festa da fogueira).

Tem vlog desse dia:

Nosso roteiro em Cusco e região

Dia 1 – Chegando em Cusco e Vale Sagrado

Dia 2 – Montanhas coloridas de Vinicunca

Dia 3 – Travessia Salkantay: Laguna Humantay

Dia 4 – Travessia Salkantay: Paso e Laguna Salkantay

Dia 5 – Travessia Salkantay: Chegando em Santa Teresa – esse post

Dia 6 – Travessia Slakantay: Chegando em Águas Calientes

Dia 7 – Machu Picchu

5 comentários sobre “Trilha Salkantay, chegando em Santa Teresa

  1. Sofi

    Olá, Eleo e Carla. Parabéns pelo incrível post, fotografias e muito mais. Obrigado por compartilhar sua fantástica experiência.

    Fui a Machu Picchu com uma agência, porém não foi por esta rota, mas por Salkantay com 5 dias de caminhadas até chegar Machu Picchu. A paisagem é linda e foi uma grande experiência. Uma viagem divertida, dinâmica, com muitas piadas.

    Voltarei ao Peru com certeza e farei esta rota. Gostei muito de seu post. Parabéns e abraços

    1. Admin Autor da Postagem

      Olá Sofi!
      Obrigada pelo carinho! <3
      Sim, aquele lugar é lindo mesmo! Dá uma saudade né?
      Volte sim ao Peru e se gosta de trilhas visite Huaraz ao norte do Peru que é muito lindo!
      Aqui no blog tenho várias postagens do que fazer em Huaraz e região.
      Volte sempre!
      Bj
      Carla

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *