De bike até Valle de Marte no Atacama

01 de janeiro de 2018

Alugando a magrela

Primeiro dia do ano novo e estava tudo fechado na simpática San Pedro de Atacama, no Chile. Depois do café da manhã no Hostel Mamatierra fomos até uma locadora de bicicletas ao lado do hostel e alugamos duas bikes que por sinal eram novinhas.

Pagamos PCH 8.000 cada, com direito a todos acessórios: bomba de encher câmara, capacetes, coletes refletores, cadeados e seguro contra roubo e avarias.

Chegando no Valle de Marte (ou Valle de la Muerte)

Pegamos a estrada que vai até Pukara de Quitor e uns 500 metros antes do sítio arqueológico, pegamos uma estrada a esquerda para sair na entrada do Valle de Marte. Levamos menos de 20 minutos nesse trajeto.

Já no Valle de Marte, pagamos PCH 3.000 por pessoa na entrada. Na portaria há banheiros limpos. O trajeto a ser percorrido é cerca de 3 km até o segundo estacionamento de bicicletas e mais 1 km que o guarda parque sugere que façamos a pé até o mirante, pois nesse trecho tem muita areia que dificulta a pedalada.

Mirante do Valle de Marte

O segundo estacionamento de bicicletas fica aos pés das dunas onde o pessoal pratica Sandboard. A partir desse ponto tem muita areia e o Elio decidiu deixar sua bike ali mesmo. Mas eu decidi subir empurrando a minha, mesmo podendo me arrepender depois se a descida fosse muito perigosa.

Lá em cima, arranjei um local para prender minha bike e fiz a pé a trilha pelos mirantes. No mirante principal há uma casinha de guarda parque que estava fechada e neste local há banheiros e um reservatório de água. Nos refrescamos com essa água geladinha, já que o calor estava insuportável. Essa água não é potável!

Voltando a San Pedro

No caminho de volta, desci um trecho empurrando a bike e antes da metade do caminho desci montada. Um casal de chilenos que também tinham subido de bicicleta me viram descendo pedalando e resolveram descer assim também. Mas acho que a garota não tinha experiência e acabou se estatelando no chão. Foi uma queda feia (de até podermos ver suas pernas girando no ar em câmera lenta), mas ainda bem que a garota saiu ilesa, com pequenos arranhões e um grande trauma, pois decidiu voltar empurrando a bike até a cidade.

 

Voltamos a pousada e fomos descansar. O dia de hoje foi um ótimo treino, pois no dia seguinte subimos o Vulcão Lascar e no outro o Vulcão Aucanquilcha, nosso primeiro 6 k.

Tem vlog do dia de hoje, confere aí:

 

 

2 comentários sobre “De bike até Valle de Marte no Atacama

    1. Admin Autor da Postagem

      Oi Paulo.
      Não somos agencia de turismo, somos apenas um casal viajante que divulga suas aventuras aqui na internet.
      Entre em contato com o pessoal da Pisa Trekking que tenho certeza que eles tem esse roteiro para esse ano.
      Fale com a Mari lá, que ela é super atenciosa e terá uma data perfeita para você.
      Grande beijo
      Carla

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *