Campamento Paso ao Refúgio Grey no Circuito O

16 de janeiro de 2017

Saindo do Campamento Paso

Acordamos para preparar nosso café da manhã e percebi que tinha parado de chover. Quando saímos da barraca, estava nevando!

Que noite ruim. Choveu a noite toda e como a barraca não estava bem esticada, começou a entrar água pela ‘barriga’ que se formou próximo aos pés. Mas como eu acordava praticamente de hora em hora, percebi logo e coloquei um plástico entre a cobertura e a parte interna, isolando da água. A barraca estava mal esticada pois o local era irregular, mas foi o melhor que achamos no dia anterior, em meio a chuva.

A cozinha do Campamento Paso estava ainda mais suja de lama e até de comida deixada pelos campistas na noite anterior. Mesmo assim, arranjamos um canto e fizemos nosso café com leite e mingau de aveia. Levamos novamente o preparado de vitamina Neston para tomar pelo caminho. O percurso de hoje contava com 10 km que no folder marcava cerca de 5 horas.

Início da trilha para o Refúgio Grey

A trilha foi margeando o Glaciar Grey em quase sua totalidade. Mais subidas que descidas. As vezes chovia, outras vezes caíam flocos de neve. Mas caminhar nos aquece e por isso não sofremos com o frio.

Após 1 hora de caminhada tivemos que atravessar um rio, sobre as pedras. Depois subimos por uma escada de metal, bem segura. Tinha lido alguns relatos antes da viagem dizendo que era um trecho perigoso… Não achei! Super tranquilo. Ainda nesse trecho, andamos pela trilha acompanhados por um corrimão de metal, que faz papel de guarda corpo e de suporte para subir ou descer. Nevou muito nesse trecho. Depois soubemos que quem passou pelo Paso Gardner nesse dia, pegou bastante neve. Patagônia é assim mesmo, imprevisível. Um dia o Paso estava limpo, no outro com neve…

Mais a frente veio a primeira ponte suspensa sobre um lindo vale com pedras. Dá um pouco de medo e passamos um por vez, mesmo tendo aviso que poderiam no máximo passar 4 pessoas  ao mesmo tempo. Meu maior medo é o balanço que outra pessoa faz ao caminhar sobre ela. Eu contei, dei 100 passos, isso dá cerca de 50 metros de extensão.

   

 

 

  

 

Entre esses dois trechos avistamos a devastação do bosque pela última grande queimada do parque em 2013. Triste demais saber que toda aquela floresta ficou sem vida, sem pássaros, apenas as toras negras e cinzas. Mas ao mesmo tempo fiquei feliz em ver a natureza rebrotar, renascer das cinzas e ficar verde de novo. Vai levar mais alguns anos para a recuperação total. Não sei se era imaginação minha, mas dava para sentir o cheiro de madeira queimada ao caminhar sobre elas.

Refúgio Grey

Chegamos ao Campamento e Refúgio Grey (Vértice) as 15 horas e ao fazer o check in no camping perguntamos se haveria a possibilidade de jantar no restaurante do refúgio, já que tínhamos visto na internet que isso era possível. Mas infelizmente o restaurante estava lotado e teríamos que fazer nossa própria refeição. Mas conseguimos comprar o café da manhã para o dia seguinte.

Em 2010 quando estivemos a primeira vez aqui no Refúgio Grey, não lembro de toda essa estrutura da Vértice aqui nesse refúgio. Muito bom! O local de camping é ótimo, plano, arborizado e sem vento. A área de cozinha é perfeita, com 4 mesas grandes com bancos de madeira, duas pias para lavar a louça ou pegar água. Totalmente fechada por janelas de vidro. Os banheiros são grandes e limpos. A única inconveniência é que a água quente das duchas funciona das 19 as 21 horas. Eu logo imaginei que faria fila nesse horário e preferi tomar um banho rápido com a água gelada mesmo…

Tínhamos levado comida extra para mais um dia, caso necessitássemos. Tomamos uma sopa de lanche à tarde e à noite, ao invés de jantarmos nossas comidinha, preferimos comprar salames, batatas fritas, pistache e chocolate e comemos dentro da barraca, já que a cozinha estava lotada de pessoas. Isso tudo compramos no mini armazém que o refúgio possui. Foi uma das melhores refeições que fizemos em todo o trekking.

à noite o Elio ficou mais de 1 hora na fila do banho e a fila das mulheres estava mais demorada ainda. Soube que algumas, mesmo ficando na fila por quase 2 horas, não conseguiram banhar-se.

Fomos descansar.

Tem vlog desse dia:

Tem vlog desse dia:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *